sexta-feira, 22 de agosto de 2014

VOCÊ VENDERIA ESSAS COISAS?



PENSE BEM...

Você venderia a segurança dos teus filhos? Quero dizer, aceitaria que eles estivessem em risco constante de serem assaltados, estuprados e mortos?

Venderia tua saúde?

Você venderia tua liberdade de dizer o que quiser?

Venderia a inocência das crianças abaixo de 5 aninhos?

VOCÊ SE VENDERIA?

Pessoas, está começando a temporada de "toma-lá-dá-cá". E a malandragem de plantão vai correr atrás de cada um de nós, nos oferecendo propostas, esperanças, mas... a coisa horrorosa é que tem gente meio desses candidatos que vai oferecer:
- tijolos e/ou cimento;
- colchões;
- dentaduras;
- combustível;
- passagens de ônibus (inacreditável)...
- etc.

Amigos, não tenho nada contra pessoas se presentearem, mas nesses tempos de eleição é no mínimo imprudente ir assim aceitando o que se nos oferece.

Aquelas chamadas lá do início da crônica diz respeito a segurança pública, saúde pública, direitos constitucionais, educação...

Porque, sabem? Há candidatos que simplesmente NÃO SE IMPORTAM conosco. O que eles querem é poder, e a chance de encontrar mais uma das tetas por onde "mamem" o Erário. E em busca desse objetivo, eles não "dão". Eles trocam.

Me sobe uma raiva surda, dolorosa, saber que brasileiros podem estar sendo comprados por "jogos de panela", televisores, promessas de emprego... Nosso povo, sofrido, ignorante, não sabe, de modo quase geral a diferença entre venda casada e doação pura e simples.

MUDA, MEU BRASIL!
 


quinta-feira, 14 de agosto de 2014

HONRAR O EXTINTO, É O QUE IMPORTA



"Consumatum est" ocorrente em grandes e pequenos desastres, a morte colheria, na manhã de ontem, 12 de agosto, um dos candidatos a Presidente da República para o pleito de 2014, o Sr. Eduardo Campos.

Não quero provocar aqui celeuma alguma. Serei repetitivo com certeza, ao repisar o óbvio. Já comentaram amplamente sobre a perda irreparável (mesmo) que o cenário nacional sofreu com o passamento do homem, em particular sua região Nordeste, tão aviltada de modo geral por políticos espertos e interesseiros - e aqui está o ponto de minha crônica.

Vi, através da televisão, eleitores do homem chorando lágrimas verdadeiras. Gente simples que tinha esperanças de Brasil melhor, de finalmente terem promessas eleitorais cumpridas "no prazo" (ou, ao menos, cumpridas). Pude observar manifestações genuínas de esperanças esfaceladas, da frustração que a morte proporcionou, para além do cotidiano de gente que está acostumada a ver a morte entre seus próximos.

Pessoas, quero dizer que havia MESMO comoção pela morte do Sr. Campos, não aquela emoção protocolar que alguns de seus opositores (detratores?) expressaram, ao longo do dia de ontem. 

Observação feita, o que nos resta? Cabe àquelas cabeças pensantes de nossa terra ponderarem o prejuízo, as alternativas de reparo, e MUDAR. Mudar de alguma forma a realidade nacional, que me parece estava no topo das aspirações do falecido. Precisamos honrar seus sonhos para nossa terra, nossa gente.

As massas são quem decide? ESPALHE A NOTÍCIA DE MUDANÇA, as impressões de novos rumos. Precisamos ser fator de mudança, ao invés de somente ficar aguardando que constituam "elegível" à altura do Sr. Campos, para o seu lugar.

Sobre as cinzas, precisamos refazer o vigor nacional, qual desmedida Fenix, ressurgindo das cinzas - não só do trágico acidente, mas também da devastação em que se encontra nossa terra, nada obstante os esforços que essa Pátria encara para prosseguir.

Eduardo Campos, R.I.P.!

P.S. - não parece de uma perversidade retumbante do destino (não creio em carma, vejam bem...), ao ceifar vida tão promissora? Uma repetição horrorosa de Tancredo Neves, Castelo Branco...

terça-feira, 12 de agosto de 2014

QUEM NÃO DEVE SER ELEITO - SEMANA III

E a lista segue... (quem se sentir de alguma forma achincalhado, ofendido ou injustiçado, por gentileza LEIA minhas postagens anteriores, sob o mesmo tema. NÃO QUERO COMETER INJUSTIÇAS, já disse. Somente repasso o que colho, aqui e acolá).


1 - Paulo Salim Maluf (do PP - Partido Progressista). Atualmente candidato a deputado federal, o veterano político foi condenado por improbidade administrativa verificada quando ainda prefeito da maior cidade do Brasil - São Paulo.
Como se isso não bastasse, já tem contra si pedido deferido de devolução de recursos que teriam sido desviados para a ilha de Jersey (não é no Brasil!).
Ah, o rapaz tem ficha na INTERPOL. Resumindo, muito "buona" gente...

2 - O ex-governador do D.F., José Roberto Arruda (do PR - Partido Republicano), foi condenado em segunda instância, por improbidade administrativa. Há vasto material disponível na internet, demonstrando as atividades do Sr. Arruda.
Assim, os eleitores "candangos" devem botar as barbas de molho, em relação a esse cidadão.
Querem livrar o homem da Lei da Ficha Limpa, alegando que a condenação é posterior ao alcance da lei, etc e tal... mas a sujeira remanesce SOBRE o tapete.


3 - Esse moço, Rodrigo Bethlem (PMDB, sigla que dispensa apresentações, é de gerações mais recentes do que os antecedentes. Mas já tem uma história muito estranha para contar, que sua ex-esposa nos fez o favor de tornar pública. E... como onde há fumaça, no mínimo há gelo seco, eu acho melhor meus irmãos cariocas deixarem seus preciosos votinhos LONGE desse bem-apessoado (e não é?) rapaz...
ATENÇÃO - o Sr. Rodrigo Bethlem retirou seu nome da candidatura, e espero que isso coopere para o amadurecimento de um bom político que, almejamos, ele venha a demonstrar ser, em futuros pleitos.

4 - Esse risonho cavalheiro, na pia batismal nomeado José Geraldo Riva, pretende sustentar candidatura ao governo do estado do Mato Grosso... Mas...
"Considerado um político influente, Riva acumula mais de 180 ações em tramitação na Justiça e 21 ações penais já em curso pela suposta prática de peculato e lavagem de dinheiro."(extraído de matéria do jornal 'O Globo', edição de hoje).
Vejam, meus irmãos matogrossenses - o Sr. Riva tem andado extremamente descuidado das máculas em seu "manto". Se for alguém inocente, é sem dúvida alvo de injustiças inauditas. Pelo sim, pelo não (180 ações, 21 ações penais, etc e tal...) ponderem se vale a pena conceder voto para o referenciado cidadão.


5 - O elegante senador Lindbergh Farias, candidato ao governo do estado do Rio de Janeiro, constitui-se num enigma para mim. Desde décadas atrás um rigoroso defensor dos anseios da população, nos parece que nos dias que correm tem andado em más companhias. Matéria do site "Congresso Em Foco", de 26.09.2013 nos esclarece que o jovem parlamentar detém - juntamente com outros dois deputados - o recorde de feitos no STF, entre ações penais e inquéritos - TREZE, ao todo. Meus irmãos cariocas, como será que ele vai lhes pedir o voto? Dizendo que é um bom rapaz?

 6 - O Sr. Bernardo Guimarães Ribas Carli fora condenado por captação e gastos ilícitos de campanha, em sua eleição anterior. Foi inclusive condenado à cassação do diploma, mas conseguiria liminar via recurso junto ao TSE suspendendo os efeitos da condenação, até julgamento final.
Está tudo certo, segundo a lei. Meu questionamento em relação a esse jovem político é - COMO ele deixa algo ir sequer a condenação, para depois buscar os favores da lei? Como sempre digo, onde há fumaça há no mínimo gelo seco. Os curitibanos devem analisar cuidadosamente a vida desse rapaz, se o querem regendo os destinos do Paraná, pelos próximos quatro anos.

7 - O Sr. José Otávio Germano? Filiado ao PP-RS, o Sr. Germano esteve envolvido num episódio estranho sobre recursos do DETRAN (montante em torno de 44 mi) desviados. Foi excluído da denúncia original, mas a operação Rodin está longe de se liquidar... entrementes... porque, ao invés de "safar"o pelo, o ilustre representante dos gaúchos não descobre ONDE FOI parar o dinheiro?
"Aforamente" (como diria o jeca), correm contra o Sr. Germano autos por improbidade administrativa. Mas caberá aos irmãos gaúchos decidirem...

Alguém vai dizer - "ah, mas Fulano ou Beltrano ainda não foram condenados!". Mas são utilizados, na maioria das vezes, estratagemas para fazer "uma ponte" por cima do período eleitoral. E aí, uma vez eleitos, os vitoriosos "espertos" ficam ao abrigo da Lei, ao serem diplomados. Mas isso é pra lá de imoral, tentem encontrar algo semelhante no legislativo eleitoral de outros países desenvolvidos.

NÃO FAÇO CAMPANHA PARA NINGUÉM (ainda).
Até semana que vem, com a sequência... aguardo contribuições (confiram as condições de participação, em postagens anteriores).

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

VAGABUNDOS, DESOCUPADOS, DESORDEIROS... "versus" A LEI - DE QUE LADO VOCÊ ESTÁ? (sem mimimi..)

Um destacamento do corpo de bombeiros da PM do Distrito Federal foi atacado quando trabalhavam para debelar um incêndio florestal, próximo a Planaltina.

Foram atacados por integrantes do MST, que ocupavam parte do local.  Aí está a notícia:

http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2014/08/04/interna_cidadesdf,440687/mst-ataca-corpo-de-bombeiros-enquanto-militares-apagavam-incendio.shtml#.U-Dwp10DOl0.facebook

Agora que se certificaram do ocorrido, preciso destacar dois pontos importantes - primeiro de tudo é que, aparentemente,  quem ateara fogo bem pode ter sido alguém integrante do belicoso grupo.

Segundo - atacavam as forças da lei e da ordem!!!!! O que está errado na figura?

Não é de se esperar que os cidadãos encorajem as autoridades, no afã de proteger o que é de todos, afinal de contas?

NÃO ESSES "CIDADÃOS".

Para esses o que existe de realidade são os nichos das classes média, média alta e alta, repletos de riquezas, que "deveriam ser deles". Não por acaso invadem propriedades produtivas - o interesse é meramente exploratório, num modo de agir vampiresco, pois que sugam riquezas que não contribuíram para existir, salvo exceções que não me vêm à lembrança, agora.

Neles, enquanto grupo, me parece patente um certo instinto de "corso", em que alguns animais atacam o que se mexe em seu horizonte próximo. Porque, vejam, pode até ser que os denodados bombeiros não estivessem apagando o incêndio dos bens daquele segmento revolucionário, mas afinal de contas, o incêndio PODERIA LHES ACOMETER! Ei, porque combater a lei, quando ela está cumprindo apenas com sua missão?

Nunca vou me cansar de declarar que o MST é uma excrescência doente, no corpo da sociedade. Uma coisa é ser pobre, desvalido, não ter onde cair morto. Isso nós podemos tentar resolver. Outra coisa é um espírito de corpo alienado, perverso, tão doente a ponto de dilapidar o bem público (ferir soldados bombeiros, depredar viaturas) em nome de uma... o que mesmo?

MUDA, meu Brasil ignorante a tal ponto que nem sabe do que está se insurgindo!!!!


quarta-feira, 6 de agosto de 2014

QUEM NÃO PODE SER ELEITO - SEMANA DOIS



Amigos, me perdoem a demora em retomar "os trabalhos", mas tive um drama familiar por esses dias... Mas vamos à luta...

Adicionamos mais alguém à lista hoje, e registramos que alguém se retira da liça. 

Algo muito importante - se o candidato aparece aqui é porque algo depõe contra ele. Pode até ser discutível o motivo, mas a meu ver, e salvo melhor juízo, um representante de eleitores precisa ter histórico limpo - ora, quem estiver envolvido em desvios de recursos OU malversação de verbas OU em processos penais/civeis NÃO ME PARECE confiável - o que ele (ou ela) poderá fazer com a representatividade de que for investido?

Assim, candidatos, se algum dos Srs. eventualmente se sentir melindrado pelas linhas singelas desse blog, QUE PROVE ser digno de seus eleitores, LIMPANDO O NOME. Me ameaçar pode até ter algum efeito, mas não isentará Vv.Ss. do julgamento das futuras gerações.

Como dissera Emanuel Kant - "Se você não puder dizer como fez algo, NÃO O FAÇA." 

Isso faz sentido para riqueza inexplicável, poder amealhado sob tráfego de influência, favorecimento de amigos... por aí vai.



1 - Paulo Salim Maluf (do PP - Partido Progressists). Atualmente candidato a deputado federal, o veterano político foi condenado por improbidade administrativa verificada quando ainda prefeito da maior cidade do Brasil - São Paulo.
Como se isso não bastasse, já tem contra si pedido deferido de devolução de recursos que teriam sido desviados para a ilha de Jersey (não é no Brasil!).
Ah, o rapaz tem ficha na INTERPOL.
Resumindo, muito "buona" gente...
Mas os eleitores do estado de São Paulo têm mais 824 preocupações... http://terramagazine.terra.com.br/blogterramagazine/blog/2014/07/25/tre-recebe-impugnacao-de-maluf-e-mais-824-candidatos-em-sp/

2 - Dia nove passado, o ex-governador do D.F., José Roberto Arruda (do PR - Partido Republicano), foi condenado em segunda instância, por improbidade administrativa. Há vasto material disponível na internet, demonstrando as atividades do Sr. Arruda.
Assim, os eleitores "candangos" devem botar as barbas de molho, em relação a esse cidadão.
Querem livrar o homem da Lei da Ficha Limpa, alegando que a condenação é posterior ao alcance da lei, etc e tal... mas a sujeira remanesce SOBRE o tapete.


3 - Esse moço, Rodrigo Bethlem (PMDB, sigla que dispensa apresentações, é de gerações mais recentes do que os antecedentes. Mas já tem uma história muito estranha para contar, que sua ex-esposa nos fez o tornar pública.
Dentre outros detalhes, o homem fala sobre uma contribuição que receberia de uma certa ONG, e uma "pequena" comiss"ao sobre uns lanches... algo assim...
Como onde há fumaça, no mínimo há gelo seco, eu acho melhor meus irmãos cariocas deixarem seus preciosos votinhos LONGE desse bem-apessoado (e não é?) rapaz...
ATENÇÃO - o Sr. Rodrigo Bethlem retirou seu nome da candidatura, e espero que isso coopere para o amadurecimento de um bom político que, almejamos, ele venha a demonstrar ser, em futuros pleitos.

4 - Esse risonho cavalheiro, na pia batismal nomeado José Geraldo Riva, pretende sustentar candidatura ao governo do estado do Mato Grosso... Mas...
"Considerado um político influente, Riva acumula mais de 180 ações em tramitação na Justiça e 21 ações penais já em curso pela suposta prática de peculato e lavagem de dinheiro."(extraído de matéria do jornal 'O Globo', edição de hoje).
Vejam, meus irmáos matogrossenses - o Sr. Riva tem andado extremamente descuidado das máculas em seu "manto". Se for alguém inocente, é sem dúvida alvo de injustiças inauditas. Pelo sim, pelo não (180 ações, 21 ações penais, etc e tal...) ponderem se vale a pena conceder voto para o referenciado cidadão.


5 - O elegante senador Lindbergh Farias, candidato ao governo do estado do Rio de Janeiro, constitui-se num enigma para mim. Desde décadas atrás um rigoroso defensor dos anseios da população, nos parece que nos dias que correm tem andado em más companhias. Matéria do site "Congresso Em Foco", de 26.09.2013 nos esclarece que o jovem parlamentar detém - juntamente com outros dois deputados - o recorde de feitos no STF, entre ações penais e inquéritos - TREZE, ao todo. Meus irmãos cariocas, como será que ele vai lhes pedir o voto? Dizendo que é um bom rapaz?

VOLTO A FRISAR - se alguém provar que o que estou postando aqui não é verdadeiro, EU ME RETRATO, e apago o conteúdo. Mas postar o que está divulgado em outros lugares e é de domínio público não me parece ilicitude.

EM TEMPO - NÃO FAÇO CAMPANHA PARA NINGUÉM (ainda).

Até semana que vem, com a sequência... aguardo contribuições (confiram as condições de participação, em postagens anteriores).

QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...