terça-feira, 25 de novembro de 2014

O QUE SE ESPERA DE DESONESTOS?

Na madrugada dessa terça, 25.11, e conforme informativos da mídia de internet, aprovaram, na Comissão Mista de Orçamento, o projeto de lei que flexibiliza limitações da LDO, assim permitindo ao governo federal a utilização de recursos sem o freio que eventuais limites lhe poderiam opor.

A maioria dos brasileiros nem sabe o que isso significa. Um outro contingente até sabe, mas acha que não vai lhes pesar no bolso. A maioria de nossos políticos SABE o que é. Sabem que é um cheque em branco, entregue na mão de um governo que atualmente se debate numa agonia sufocante, com todos os problemas oriundos da má aplicação do dinheiro público.

O que poderíamos esperar de uma base política desonesta, corrompida e corrompedora, interesseira, fisiologista, vendida?

O que se esperar de um jogo de cartas marcadas?

Explicitou-se o óbvio. Baldados os esforços da oposição, sufocados aos gritos de energúmenos oportunistas como o Sr. Jucá e outros menos cotados, fomos uma outra vez prejudicados.

Não me sai da cabeça a "charge" em que um jumento se aproxima de uma urna eletrônica para votar. Nossa gente, inculta, atemorizada pelas ameaças imorais que o governo do PT usou para constringir ignorantes sem informação, se assemelha mesmo a muares fazendo o que lhes é estranho.

Mas não é só isso. Personalidades como o compositor Chico Buarque (como me ressinto disso, eu o considerava inteligente e livre-pensador*!!!!!), alguns atores de estranho pensar, como por exemplo o sr. José de Abreu... gente que lê, que sabe exatamente o que está acontecendo com a América Latina, e nada obstante, apoia o "polvo"!

Alguns podem ponderar que essas resistências mais esclarecidas na verdade se opõem ao "imperialismo" americano, e ao capitalismo ocidental. Bobagem. Essas mesmas cabeças "coroadas" de nossa cultura tupiniquim se desestressam fazendo compras em Miami, ou passando temporadas na França e na Europa. Precisamos parar com essa demagoria de que rejeitarmos os conceitos, mas aceitarmos alegremente seus dividendos!

Quanto ao falado "imperialismo", a besteira por trás do conceito é que isso SEMPRE EXISTIU. Quando não fosse a hegemonia americana, seria a inglesa, ou a espanhola, para lembrarmos de passado recente. A independência plena, na verdade, nunca existiu no mundo civilizado. Então, trata-se de  nos afiliarmos à vertente que nos proporcione o melhor. Supor que o socialismo latino não se vai converter em outro tipo de imperialismo é de uma estupidez lapidar - só precisamos conferir o que há ao nosso redor.

Mas ainda resta um pouco de ânimo em nossa gente... Veremos...

*fico pensando qual é a relação do meu "ex-ídolo" com a Lei Rouanet, e/ou cargos para familiares... enfim... pegou pra lá de mal a proximidade. Ao menos em nome da lisura de caráter, ele deveria ficar longe de corruptos, desonestos, assassinos (vide Celso Daniel)... que bandeira ele abraça, mesmo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...