terça-feira, 16 de dezembro de 2014

E A LAMA RESPINGA...



Parece inesgotável mesmo a capacidade dos "posseiros" do poder em criar irregularidades, pelo Brasil afora.

Agora surge no cenário uma funcionária da PETROBRÁS, Venina Velosa da Fonseca, que teria surgido do limbo (fora transferida para o exterior, e depois demitida, segundo algumas fontes), com um dossiê debaixo do braço, acusando ex-superiores de tê-los informado de irregularidades, sem que medidas fossem adotadas e, pior, teria sido penalizada por isso.

PESSOAS... não chega a ser "meigo" o modo que os "posseiros" têm para enredar alguém que demonstre alguma integridade?

Ora, a funcionária teria alertado, por escrito, sobre irregularidades, pugnou por descontos em valores inflados, e ainda é penalizada!

Em paralelo, a administração da PETROBRÁS informa que todas as ocorrências informadas pela empregada foram apuradas. OK, se foram, quais resultados tivemos, das apurações? Ou vamos ficar somente em "apurado, arquive-se"? A nota a respeito foi muito lacônica, não nos diz nada, afinal de contas.

Alguém está ponderando que a moça somente vem a público agora, quando corre risco de ser envolvida nas mutretas "petrobráticas". Não vejo a coisa assim. Por outro lado, considero que ela se cansou de ficar calada e, aí sim, ver a própria biografia manchada por erros ("o que meus filhos/netos vão dizer, quando souberem que eu me calei?"), desonestidades e crimes de outros.

Não sei se entendem - quem é honesto fica esperando a coisa se acertar. Se não se acerta, aí surge a dicotomia - honestos medrosos (que se calam, ficam acuados) e honestos ciosos de suas responsabilidades sociais e com si mesmos. Penso que a referida gerente executiva se enquadra nessa última categoria.

Não sei como é a vida dessa senhora Fonseca. Mas ela minimamente me agrada, porque demonstra que tem ao menos respeito por si mesma, em primeiro lugar, e integridade para expor uma situação que até lhe pudesse produzir dissabores (como aparentemente aconteceu).

Ok, pode ser que ela esteja tentando simplesmente "livrar o couro".

O que não pode acontecer é que suas ações sejam minimizadas ou ridicularizadas... é isso mesmo que os "posseiros" querem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...