CORRUPÇÃO EM TODA A PARTE - ONDE VAMOS PARAR?

Nem Mensalão, nem PETROBRÁS. Nem ninharias de partidos.

A lama malcheirosa - atraente, nada obstante, envolve na verdade senhores (e senhoras) vetustos, de cabelos grisalhos, já cansados da lide pública, mas que insistem em maus exemplos!!!!!!

Fico pasmo, do alto de meus cinquenta e oito anos, da falta de vergonha de meus contemporâneos!!!!! Gente, não estamos falando de roubar uma calcinha, numa loja, ou engolir um troco numa padaria.

Estamos falando de conselheiros do CARF!!!!!! Confiram a matéria!

www1.folha.uol.com.br/mercado/2015/04/1614692-carta-anonima-levou-policia-federal-a-esquema-da-operacao-zelotes.shtml

E pelo que até agora foi remexido, o "imbróglio" (não resisto a essa palavra italiana!) envolve "clientes" de cacife alto, como por exemplo, JBS, Gerdau, MMC, RBS, Cimento Penha... (outros nomes não foram confirmados, por isso os excluo da crônica).

Confiram... marcas de renome internacional, literalmente aplicando um "dinheirinho" para se livrarem de penalidades em que incorreram!

Mas o esperneio dos culpados é uma coisa. Outra é a volúpia dos tomadores de decisão, ao nível da autarquia pública. Ora, pessoas, esses senhores de madeixas (quando as há) vetustas querem o que, amealhando bilhões (conforme levantamentos preliminares), para além de seus salários que, como soi acontecer no Brasil, já são polpudos?

Querem aparecer para quem? Me fazem lembrar de frase atribuída ao guarda-livros do Sr. John Davidson Rockefeller, quando do passamento do bilionário, ao lhe inquirirem sobre o quanto o homem deixara de sua fortuna. O empregado retorquiu "ele deixou tudo".

Pessoas, a vida é muito curta para o cometimento de barbaridades como a desses senhores. Observem que quando algum dinheiro é sangrado do sistema (como temos visto sobejamente), na ponta dos mais fracos o sofrimento é incrementado. Mas não é só o aspecto social que me inquieta, no desempenho desses senhores, sob suspeita de vigarices (logo, são pretensos vigaristas).

Algo que também me preocupa sumamente é o aspecto moral. Pensem... o filho de algum deles, ao ser inquirido "a fortuna da família foi construída legalmente?"... o que a pessoa responde? Que seu pai, ou avô foi um escroque do Erário?

E vou além. Esses senhores, além de prestarem um serviço vergonhoso à própria família, servem de referencial negativo para os amantes da vida fácil que povoam essa terra tupiniquim. Com seus exemplos, sob risco de nem serem penalizados (já se ventila a possibilidade de as investigações não prosseguirem, caso se desconsidere a carat anônima em que se fundou!!! Notam a loucura reinante no regime legal brasileiro? Um crime já passível de comprovação não se apura, por que a fonte que o indicou não tem procedência conhecida! É O FIM!) os ilustres candidatos a salafrários ensinam a centenas, quiçá milhares que hão de trilhar suas carreiras, de que o lucro fácil É REALMENTE FÁCIL.

Brasil, eu te amo, mas alguns de teus cidadãos me fazem tanta raiva...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

CURA GAY E OUTRAS IMBECILIDADES EMPURRADAS PELA MÍDIA