ARUNA SHAMBAUG MORREU - O QUE O BRASIL TEM COM ISSO?


http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/bbc/2015/05/18/apos-42-anos-em-coma-morre-indiana-que-gerou-debate-sobre-eutanasia.htm

Após QUARENTA E DOIS anos em coma, a enfermeira Aruna Shambaug, na Índia, veio a falecer. A infeliz fora vítima de estupro, por um animal que durante a brutalidade ainda tentou estrangular a moça, então com vinte e cinco anos, com uma corrente de metal. Esse cometimento de violenta produziria danos ao cérebro da mulher, e conduziu-a aos 42 anos de peregrinação nesse vale de lágrimas chamado vida. Do qual a Providência, afinal, veio libertá-la.

Fico pensando na lição terrível que o Eterno aplicou na humanidade, ao permitir que aquele corpo permanecesse com centelha de vida por tanto tempo - quase posso ouvir o Eterno bradar "NÃO VEEM QUE ISSO É UM ABSURDO? NINGUÉM VAI FAZER NADA?" - a propósito, lembrem-se de que Deus atenta para o livre arbítrio dos homens - genero humano. E deu-nos inteligência para resolver nossas vidas, o que a maioria das pessoas infelizmente não se aplica em fazer.

Vamos em frente...

Infeliz mulher, exemplo cruel de como a vida humana é desmerecida. Infeliz animal, que em sua demência, sequer considerou que ali, sob suas mãos violentas, havia uma cópia exata de sua própria mãe - UMA MULHER.

INFELIZ POVO, esse povo indiano que convive com isso tudo, e salvo engano, estranhamente aplicam-se "panos quentes" aqui e acolá (o estuprador foi condenado por outro crime, não por estuprar Aruna). O episódio de mais de quatro décadas atrás inclusive fomentou amplos debates sobre eutanásia, e alguma evolução aconteceu, desde então...

MASSSSSSS... não lhes parece demasiado familiar, a superficialidade, tanto no cuidado com a moça violentada, quanto no castigo a seu estuprador?

ATÉ PARECE BRASIL!

Pessoas, a cultura daquele país estranho - nada obstante ter belezas, pra mim é um enigma - tem em pouca conta episódios de violência contra a mulher.

Mas, no Brasil, há leis prevendo isso, e penalizando esses comportamentos (comas à parte)! Entáo, porque mais e mais brasileiras (e porque não? brasileiros...) continuam sendo violentados? Porque não se promove um ordenamento que infunda TERROR REAL nesses pervertidos?

Preciso pegar esse "gancho" cruel, da morte da jovem indiana, porque por aqui muitas mulheres estão num silencioso "coma", vivas no aspecto fisiológico, mas mortas, porque sofrem violência, porque ninguém se importa, porque são tachadas de sem vergonha... por aí vai...

Vocês vão me criticar, eu sei... mas para mim, há alguns tipos de criminosos para os quais não há pena outra que não a de morte - traficantes de longo curso*, pedófilos de carteirinha, estupradores, e sequestradores. São todos um outro tipo de animal, que agem inteiramente por instinto, e para quem a vida humana não tem valor.

Brasil... terra estranha... as pessoas teimam em te colocar no primeiro mundo, mas tu, ó Pátria amada, está bem aquém do terceiro... Ok, eu te amo mesmo assim, meu Brasil.

* quero fazer uma distinção entre quem é preso com dois papelotes de cocaína, e quem movimenta UMA TONELADA de pasta. Um está enveredando pelo caminho do outro, mas o outro (o traficante "profissional", digamos assim, já deixou de ser gente há muito tempo - pra ele a vida humana não tem valor).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESCOLAS DE DELINQUENTES

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...