terça-feira, 29 de setembro de 2015

O ILÍCITO, SEUS EXEMPLOS E CONSEQUÊNCIAS


Estão "inteindeindo"?

O noticiário da internet nos traz hoje a notícia de que o coordenador de presídios do estado de São Paulo, Sr. Hugo Berni Neto, a julgar por números divulgados, é um outro gênio das finanças. Ou ele, ou sua irmã, sócia do importante burocrata.

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2015/09/1687805-coordenador-de-presidios-acumula-patrimonio-milionario-em-dois-anos.shtml

Gênio. Ou como supõem os amigos que me leem que salários mensais brutos em torno de R$ 18.000,00 hão de amealhar patrimônio - dentro de OITO anos - em torno de oito milhões (estou calculando uma meação entre ele e sua mana)?

Vamos fazer alguns cálculos? Vejam bem, R$ 18.000,00 multiplicados por 96 meses dá R$ 1.728.000,00. Se o homem não viajasse, nem comesse, ou sequer tivesse despesas pessoais/familiares, e seu salário fosse INTEGRALMENTE creditado a si, seu patrimônio, com rendimentos de mercado, não chegaria a R$ 2.500.000,00. Sua irmã, a Sra. Rita de Cássia Berni, como psicóloga, teria subsídios certamente coerentes com sua profissão....

De onde então, cairia o patrimônio alinhavado na reportagem?

Não por acaso a empresa em que são sócios se chama "Midas". Tudo o que tocam vira ouro! E então, o importante burocrata diz que não mistura sua vida pública com a privada, mas não sei bem se ele entende o conceito de "mistura".

A notícia não se estende muito, mas dá pra se notar que há muito poder nas mãos do rapaz. E poder, minha gente, centralizado nas mãos de um só, corrompe o indivíduo.

Por exemplo, o digno senhor cuida das licitações para suprimento das unidades prisionais do estado, nada mais nada menos do que vinte e oito unidades. E, pelo andar da carruagem, contratações com dispensa de licitação, de valores expressivos (R$ 1,2 milhão é expressivo?) não são coisa estranha ao modus operandi dos burocratas envolvidos.

Há contas reprovadas de 2008. O que se dizer de SETE ANOS sem desfecho a respeito? Com uma tranquilidade assim, qualquer um se anima a ser descuidado com a coisa pública!

Mas isso não fica só no feudo do Sr. Berni. Perpassa merenda escolar, trens do metrô, no ISS da prefeitura, suprimento de medicamentos, material de informática... Se fosse só o Sr. Berni e seus assistentes (eficientíssimos por sinal, pelo que se observa), dava-se um jeito, não é mesmo, TCE?

(vale lembrar de que os exemplos sobre a matéria vêm lá do Planalto Central, de tristíssima recordação...)

Acorda, pujante estado de SÃO PAULO! Estão passando a mão nessa riqueza que tu tens!

Eu amo o Brasil, repetirei sempre. Mas suas autoridades... algumas delas me frustram muito mesmo.

sábado, 26 de setembro de 2015

MULA SEM CABEÇA?

 Será que existe o tal monstro?

Do imaginário popular nos vem essa lenda, de animal estranho que percorre matas, soltando fogo por um pescoço onde não há cabeça.

Salvo engano, a coisa sobrenatural fora criada, para atemorizar as moçoilas casadouras, há alguns séculos atrás. Ou seja, elas eram advertidas de que poderiam virar o tal monstro, se perdessem a virgindade, fora do matrimônio.

Pensei que esse negócio estivesse limitado ao folclore. Me enganei.

Circulam no âmbito da política nacional algumas mulas sem cabeça.

Ora, ora, meus amigos... como supor que o plano detalhado e de altíssima capilaridade, por onde se suga a riqueza nacional, não tem chefe? Como se imaginar que os ilícitos da "Lava Jato" são mera "ação entre amigos"?

As pessoas me parecem em sua maioria, salvo engano, contentes com a suposição de que o chefe do esquema todo - agora vindo à tona com as investigações da "Lava Jato", era produção e direção do Sr. José Dirceu de Oliveira e Silva, o popularmente  conhecido "Zé Dirceu", que já amarga detenção pelas suas iniquidades.

Mas vejam, pessoas... o homem foi, nada mais, nada menos, do que um diligente servidor, a serviço de outro alguém. De inteligência refinada pelo preparo acadêmico e a experiência que absorvera em suas leituras revolucionárias, se transformaria no responsável por urdir toda a trama bem sucedida que hoje constatamos. Ele foi e continua sendo um técnico de grandeza lapidar, nesse mister megalômano, maligno, de sujeitar uma nação ao totalitarismo.

MAS... ah, existe um mas! A cabeça pensante - que concebera um, digamos, Quarto Reich (Hitler deve estar se contorcendo em sua desconhecida tumba, de inveja!) - que tinha, e me parece que ainda tem, a missão e projeto de poder bolchevique sul-americano, NÃO É A DO SR. JOSÉ DIRCEU.

O cérebro desvairado por trás do projeto megalômano ainda não foi trazido a lume...

José Dirceu? Um mero planejador de como se chegar ao alvo, alimentado por amplas análises do trabalho perverso daquele outro doente social*, o italiano Gramsci. E assim, o técnico "paga o pato", em lugar do líder. Não é assim sempre?

D. Dilma Roussef? Uma sonhadora, nada mais que isso. Apesar de seu background negro (só não pensa assim quem não consulta a história do Brasil), eu vejo que ela tem seus méritos. Vejo, por exemplo, essa relutância tremenda em se aproximar do Legislativo - de horrorosa estampa e desempenho idem, como uma defesa instintiva daquela Dilma que acreditava ser possível um Brasil melhor, APESAR do fisiologismo dos congressistas**, APESAR da desonestidade que campeia no Planalto Central, APESAR dos feudos políticos (vide sobrenomes importantes como Sarney, Gomes, Magalhães, Genro, etc e tal).

NÃO. NÃO A DEFENDO. Ela mentiu para nossa gente. Ela utilizou recursos que não pertenciam à União para suas maracutaias. Ela desrespeita nossa gente a cada passo que dá, praticamente, se mantendo a nossas custas, enquanto muitos de nós sobrevive como pode. Não a defendo, repito.

Mas ela é mero títere, imagem que se vê claramente, nesses dias que correm, em que a palavra da Presidente tem menos poder do que a de seu antecessor, em que o respeito à maior dignitária do País é enxovalhada pela raiva ignorante das turbas. Uma raiva tão infantil que nem sabe bem o que está combatendo, de modo quase geral. Olham o aqui e o agora, e nem vislumbram as nuvens no horizonte!

Notam como a mula sem cabeça que nos assombra a cada manhã, ao longo dos últimos doze para treze anos, continua aparentemente sem cabeça?

Nada disso... A cabeça está lá, se movendo nos bastidores, sutilmente enviando suas ameaças... sondando oportunidades de nos assombrar ainda mais... Lançando mão de toda a experiência laboriosamente constituída. Quem pretender conhecer um pouco mais a respeito, leia o excelente livro*** "O Chefe", do jornalista e escritor Ivo Patarra que, graças à "democracia" que vivemos no Brasil de hoje, você NÃO ENCONTRA nas livrarias. Porque será?

Nossos dias de desvario político não estão próximos do fim. Meu maior receio é de que, encontrada pela Justiça a "cabeça" da mula, ela se multiplique em dezenas de filhotes, que potencializem o estrago. Vamos ver...

Brasil, eu te amo, e sofro por ti.

*quem pretender discutir comigo Gramsci e seu papel nisso tudo, por favor, estude. Me desagrada debater com apedeutas.
**sempre vou ressalvar que há exceções, mas são tão poucos!!!!
*** ao ler "O Chefe" você notará porque é IMPOSSÍVEL que o "homem" não soubesse de nada, como sempre asseverou. Mas você precisa acreditar na coisa, que até parece obra de ficção.

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

IMORALIDADES POLITIQUEIRAS

 Por exemplo...

A gravação não é tão recente, é verdade. Mas... confiram...

https://www.youtube.com/watch?v=7Hkke6nyn4A

O jornalista Ricardo Boechat, com seu brilhantismo costumeiro, comenta manobras para articulação política, em meio ao "salseiro" que já se afigurava grande, em abril passado.

De lucidez surpreendente, demonstra como e porque a notícia que comentou é imoral, descabida, safada, criminosa mesmo.

Pessoas, é inaceitável que tenhamos mais esperanças de coisa boa vinda do Planalto. Acontece que eles se repetem em suas desonestidades cidadãs.

Aqueles senhores e senhoras não têm respeito algum pela população que os elegeu, não têm respeito pelas instituições democráticas, não respeitam nem sequer suas próprias genealogias (estão enlameando seus próprios nomes, imaginem que honra seus filhos carregarão no futuro??*).

Não pretendo me estender... o vídeo fala por si só.

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

UM DESASTRE DESTINADO A SE REPETIR - COBRIR UM BURACO ABRINDO OUTRO

Estupidez ou safadeza... nenhuma delas se precisa explicar - são auto-explanáveis

 Estive fora, cuidando de uns afazeres importantes, por isso a demora em publicar, aqui. Me perdoem os que me leem costumeiramente.

Escusas feitas, vamos ao prato do dia.

O Executivo Federal, do alto de sua alienação, decide agir. E determina cortes no orçamento do Executivo. Até aí tudo certo, embora discutíveis ponto a ponto os cortes. Sabe-se que o Executivo historicamente tem gasto mais do que arrecada.

Mas então, a Sra. Roussef, após a "viagem" de publicar orçamento público com déficit, retoma a cantilena de aumento de impostos e ressurreição daquela coisa horrenda, chamada CPMF!


 
Pessoas, nunca vou me cansar de lembrar que nós, o povo brasileiro, NÃO SOMOS A CAUSA DA DESDITA que se abate sobre o Brasil.

Debitemos essa conta amarga e exagerada aos excessos de governantes que não sabem fazer contas, que fazem caridade com dinheiro que não lhes pertence (obras no exterior, cujos recursos poderiam estar fazendo diferença aqui dentro...), que admitem serenamente sobrepreços em obras públicas, como se a desonestidade fosse ônus justo...

Meus amigos, não tenho dúvida alguma de que a culpa não é nossa.

E porque, então, havemos de pagar a conta? Porque teremos a CPMF retornando? Porque aumento de impostos?

Observem - a situação de inadimplemento JÁ EXISTE.

O que fazer com uma torneira jorrando água fora? FECHA-SE.

O desafio agora é "ex nunc", ou seja, daqui pra frente. O que se pode fazer? Vejamos:

- revisar TODOS OS CONTRATOS PÚBLICOS (aluguel de veículos, fornecimento de refeições, limpeza terceirizada, serviços de edição/imprensa escrita...), e cobrar multa por atrasos nas obras públicas e fornecimentos - senão operadores de obras e fornecedores continuarão a agir do mesmo jeito;
- expurgar cargos em comissão, "abonos de permanência", e rever estruturas - quem deve ir pro pijama, vá!; alinhar a questão altamente imoral das residências parlamentares de Brasília. Ora, se os ilustres engravatados recebem moradia no DF
- reduzir o tamanho da máquina administrativa do Executivo (que é onde está acontecendo o vazamento maior). Ora, sobrevivíamos com pouco mais de vinte ministérios... E agora, estamos morrendo com TRINTA E NOVE!!! O que essa mudança trouxe de melhora, exceto novos cabides de emprego para os amigos do poder (imaginem a economia imensa, só com alugueres rescindidos)?
- RESPEITAR o TCU. Coisa básica. Fora do Brasil, ninguém entende como um órgão tão sério e de tanta utilidade no contexto democrático é ignorado!!!! E quem dever diante do TCU, pague - porque nossos engravatados não pagam suas dívidas, mas vão chorar no STF?;
- aplicar moratória nos financiamentos a obras no exterior - e porque não? Quem pode mais chora menos, ué! Certamente nossos "amigos" de outras nações "democráticas" vão se surpreender, mas hão de entender - afinal, "a cavalo dado não se olham os dentes"... e afinal, depois da ajuda que lhes demos, podem terminar as coisas por lá, será que não? O que não se pode é uma nação inadimplente com seus cidadãos permanecer financiando outra! Isso é insano!*

Mas pensem comigo... elevar impostos, cortar recursos de financiamento interno, ANTES DE FAZER O DEVER DE CASA ACIMA INDICADO é imoral, injusto com nossa gente, e terá o efeito paliativo de um unguento massageado numa inflamação - aliviará dores momentaneamente, mas só o anti-inflamatório via sistêmica será efetivo.

Aliás, a "inflamação" da economia deverá voltar, de maneira cíclica, e teremos novas elevações de impostos, etc e tal. E o ciclo de hipocrisia continuará "ab aeterni" - eles se lembrarão sempre de que é possível enganar um povo inteiro, para novos impostos/majorações (não é mesmo - "SÓ dois milésimos por cento", Sr. Levy?*).

Mais uma, sobre os propalados "cortes"... cortar concursos para carreiras que estão no desespero, como por exemplo os previdenciários e a receita federal, não é um tiro no pé - É UMA METRALHADA NO PÉ. Quem vai fazer o trabalho de publicanos, se não houver pessoal?

De passagem... essa história de dividir os recursos da CPMF com estados e municípios é "conversa mole pra boi dormir". Na outra vez que essa famigerada contribuição existiu, foi totalmente desviada dos fins a que se destinava. Procurem nos livros de história contemporânea.

Brasil... até onde podes sangrar? Mas eu te amo, Pátria amada!

*Preciso tirar o chapéu para esse homem sério, pelo esforço que certamente tem feito. Mas o Sr. "montou num porco ensaboado", Sr. Levy. Difícil se manter em cima dessa "montaria". O tempo o dirá. E espero estar enganado.
**eu sei que não é tão fácil assim, atados que estamos a acordos de cooperação internacional. Mas as empreiteiras darão um jeito, certamente!

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

PORQUE AUMENTAR IMPOSTOS??? QUEM CAUSOU O PREJUÍZO NÃO FOI NOSSA GENTE!

 Estou literalmente de "SACO CHEIO" de pagar a conta dos outros...

Começa a ganhar corpo, de forma mais desesperada e insistente, a idéia de que somente com o incremento de impostos - mesmo que seja de forma transitória, como afirmou o Exmo. Ministro Mercadante - poderá restaurar a economia nacional, de modo a retomarmos o crescimento em período mais curto, etc e tal...

Ao final de setembro, a Exma. Sra. Presidente da República dissera que pretendia reforma ministerial que haveria de reduzir a quantidade medonha de mandachuvas que temos atualmente, de TRINTA E NOVE, para VINTE E NOVE.

Vale lembrar, a essa altura da crônica, que os Estados Unidos vão bem, obrigado, com somente QUINZE ministérios. A Alemanha, da poderosa Angela Merkel, se vira com DEZESSETE.

Pessoas... como é que nações das mais poderosas da terra se viram com tão poucos ministérios (claro, estou sendo cínico, irônico)???

Mas então, retomemos o processo... Cogitam de elevar impostos. Mas a questão crucial é simples: PORQUE ELEVAR IMPOSTOS, SE A POPULAÇÃO BRASILEIRA NÃO CAUSOU O FURO?

Brasileiros e brasileiras (como aquele bigodudo costumava iniciar seus discursos), precisamos dar um sonoro "BASTA!" nessa brincadeira ordinária de governar, que temos experimentado (e sofrido!), ao longo dos últimos anos.

Busco ser o menos possível tendencioso, até para me dar ao direito de criticar tanto a esquerda quanto a direita.

Mas, justiça seja feita... até o advento do governo do PT tinhamos muito menos sofrimento, de modo geral, do que há agora!

Antes tinhamos uma economia em processo de solidificação - hoje vemos um processo deletério acontecendo em todos os processos economicos nacionais.

Antes, tinhamos SIM gente precisando de casa, mas NÃO TINHAMOS movimentos como o MST e conexos TOMANDO propriedades. Havia mais respeito com o que se granjeara honestamente, de modo quase geral.

Antes, tinhamos distorções no salário mínimo. Hoje... vocês têm idéia de quão longe estamos do patamar mínimo indicado?

Como diz o velho brocardo "quem pariu Mateus que o embale".

Foram o Executivo e o Legislativo SIM quem detonou a economia, mandou às favas o respeito à população. E ainda posam de gente boa!!!!!

Façam-nos um favor - NÃO REPASSEM A CONTA. Não é justo vocês adoecerem, e nós tomarmos o remédio amargo com que nos acenam.

Isso é injusto com quem acredita no Brasil. Afronta quem minimamente sabe fazer contas, e juntar vertentes do dilúvio de lama...

Brasil, eu te amo. Quem não te ama costuma se reunir em Brasília.


quarta-feira, 2 de setembro de 2015

"MULHERES DE VIDA AIRADA" E OUTROS TIPOS DE ESTUPIDEZ NO ENSINO BRASILEIRO

Abandonar padrões consagrados, em nome de modernidade... o resultado JÁ ESTÁ sendo contabilizado


A "Folha de São Paulo" traz a baila a história de alguns pais que consideraram desmedido, ofensivo, um conteúdo que o colégio Magister, da capital paulista, teria ministrado a alunos entre dez e doze anos. Confiram...

Pais de alunos reclamam de palavrões em livro usado por colégio

A editora Salamandra, cuja existência tem finalidade de lucro, já se vê, rotulara a obra, uma versão contemporânea em HQ da obra prima de Charles Dickens, "Oliver Twist", como indicada para crianças a partir dos oito anos.

Bem, bem, bem... embora eu não sirva de parâmetro para o debate, mas fui ler dita obra, traduzida por Machado de Assis (já se vê, não é uma tradução recente), ali pelos meus 14 anos, cursando o antigo "ginasial", no Colégio Estadual Visconde de Cairú, incomparável, naquela época (não sei como está atualmente).

Leria também, na mesma faixa etária, "O Cortiço", "Memórias de Um Sargento de Milicias", e outros romances ditos "infanto-juvenis". Me parece que as edições que "bombavam" naquela época eram as da EDIOURO...

A versão que classificam de contemporânea, desveste a pena precisa, artística, comunicante, de Dickens e embute SIM, na história, um viés perverso e pervertido, ao invés de mera intenção educacional. Não vejo de maneira alguma como seja  útil ou salutar, ou educativo, ou o que o valha, as crianças se familiarizarem com vocáculos como "puta", "prostituta", "filho da puta", e outras derivações chulas.

Náo é, pois, algo indicado para cabecinhas que estão sendo apresentadas à maldade humana JÁ - não é necessário nenhum reforço para essas "aulas" da vida. E, ao invés de servir de suporte para melhor entendimento social, e/ou de si mesmos, o conhecimento propiciado por tal material enseja aos estudantes de tão jovem idade a banalização da chulice ("li em meus livros escolares!"), a relativização danosa das personalidades que se assemelharem às da HQ (não do romance!) e, finalmente, representará mais alguns atentados ao vernáculo, à língua bem falada que deveriam aprender - nem juízes, nem advogados, sequer médicos ou professores ficam por aí dizendo "puta" ou "prostituta", ou o popular "FDP". Entendem? Acaba sendo cultura inútil que, ao invés de ser aprendida no cotidiano ESTÁ SENDO ENSINADA NA ESCOLA!!!!!!

E nossa gente brasileira segue sendo mal educada (em todos os aspectos), com incremento na baixa qualidade* em nome de "contemporaneidade"... Me poupem...

Para usar um pouco de gíria, "mandaram mal", pedagogos do Magister, pra se dizer o mínimo. E o pessoal da Salamandra, que rotula essa coisa aí como recomendável para crianças de oito anos para cima... vocês não se importam, não é mesmo? Desde que vendam a produção, tudo estará bem...

(ainda bem que há aposentos amplos no inferno, para abrigar algumas estirpes...)

*aliás, não me entra absolutamente no entendimento como alunos podem ser aprovados SEM AVALIAÇÃO. Absolutamente TUDO é submetido a avaliação, no horizonte da vida (até meras bactérias evoluem no sistema de tentativa e erro, entendem?), mas seres humanos seriam dispensados de provas em nome de psicologias ou pedagogias malucas, em nome de preservação de dignidade, etc e tal... Fala sério... os que pugnam por essas posturas "revolucionárias" deveriam, em paralelo com suas receitas mirabolantes, criar também solução para os batalhões de jovens deseducados, grosseiros, alienados, que pululam nossas cidades...

Não queiram me contrapor - são maioria absoluta na juventude.


DR. GILMAR MENDES E A MARÉ (DE LAMA)

Se não fosse trágica, a choradeira de corruptos até seria cômica...


Está acontecendo um burburinho febril, muito louco e acelerado, no Planalto.

O vice-presidente do poderoso TSE, Ministro Dr. Gilmar Mendes, tem pugnado pela investigação das doações de campanha do processo eleitoral passado, relativas ao governo federal.

"En passant", como dizem os franceses, vai tangenciando outros temas igualmente cabeludos para a administração federal.

E, claro, já colhe algumas vozes em contradita, como era de se esperar... Dizem que o governo do PT é que promoveu essas devassas, que eles estão querendo mesmo a implementação da Justiça, etc e tal... e assim, que é injusta e desnecessária a providência requerida pelo magistrado.

Uma pergunta se impõe, nesse momento - será mesmo que eles nunca pensaram que alguém fosse procurar as "ações entre amigos"?

Fica parecendo que o Dr. Mendes (pessoalmente tenho alguns senões sobre  atuação pretérita do homem, mas o problema não é com ele, aqui) é alguém mal-intencionado!

Acontece que o homem está fazendo EXATAMENTE o que esperam, que esperavam que ele fizesse. Nós nunca quisemos que o TSE (ou o STF, ou o STJ, ou qualquer ente do Judiciário) fosse uma "casa da mãe Joana", com cortinados - ao invés de barreiras - que deixam (deixavam?) passar tudo, sob beneplácito do poder constituído no momento.

E o Dr. Mendes, por discutível que seja alguma coisa em sua história (me lembro de um "imbróglio" em que houve bate-boca entre ele e o Dr. Barbosa, presidente anterior do STF), com certeza não há de querer a nódoa de uma acusação leviana em sua biografia - ele NÃO PRECISA DISSO. E está fazendo papel de cidadão, usando da autoridade de que foi investido.

Se não o queriam mexendo na baderna, duas soluções - ou o defenestravam, ou não faziam a sujeira.

Como não havia motivo para a primeira solução, E DECIDIRAM ir avante incrementando a maré de lama... SOFRAM AS CONSEQUÊNCIAS.

Vá em frente, Excelência. Nós, brasileiros, acreditamos que a essa altura dos acontecimentos somente o Judiciário pode acudir essa nação. Fora vocês, só Deus (e me parece que o Todo-poderoso os apoiará, para não ter de encurtar carreiras terrestres por aí... porque tem gente no governo que infelizmente não merece viver, tão conspurcadas estão suas "folhas corridas" lá no céu...).

terça-feira, 1 de setembro de 2015

DESASTRES EM NOME DO LUCRO - ILHABELA!



Uma demanda muito importante, conquanto à sombra dos variadíssimos escândalos nacionais, está em andamento.

Mais um santuário ecológico e turístico está em risco de destruição. Faço referência à loucura de se cobrir uma extensão de águas de aproximadamente 500 mil metros quadrados, para amplição do porto de São Sebastião, no litoral paulista. Confiram...

www.redetv.uol.com.br/jornalismo/redetvnews/videos/cidades/projeto-bilionario-ameaca-turismo-e-meio-ambiente-no-litoral-de-sp

A Companhia Docas, responsável pelo plano mirabolante, diz que o projeto tem aval do IBAMA, e que - uma vez que a cobertura de concreto deve ser construída sobre colunas, a vida marinha será preservada.

Talvez esses megalômanos entendam (talvez!) muito bem de logística de transporte marítimo. Devem igualmente saber o que é melhor para o capital de seus acionistas.

MAS SABEM LHUFAS sobre meio-ambiente, e sem dúvida alguma os ilustres representantes do IBAMA, que os tem apoiado, igualmente sabem NADA A RESPEITO.

Esquecem que um dos fatores essenciais à vida, seja ela terrestre, subterrânea ou aquática, depende de LUZ. Ora, senhores... como é mesmo que acontecerá a fotossíntese, no âmbito da vegetação que por acaso jazer SOB A LAJE?

Mas esse não será o único prejuízo. Juntamente com o risco imediato de perecimento da maioria das formas de vida sob o piradíssimo empreendimento, vamos a outros azares, que inviabilizam MESMO a construção, que me cheira a ter propina, já que recebe autorização do IBAMA:

- a extensão da laje favorecerá sem dúvida alguma o acúmulo de detritos de toda sorte, desorganizados e incultos que são nossos patrícios, de modo quase geral - e não me venham com propostas de sistemas de limpeza! Não funcionam a céu aberto, vão funcionar como, em extensões ocultas?;

- o tráfego incrementado de navios representará um outro fator de poluição, não só de dejetos, como também de substâncias químicas nocivas, derivadas de combustíveis e lubrificantes dos cargueiros - uma outra forma de envenenar a flora e a fauna do leito;

- outro tráfego, o de caminhões e respectivos containeres, entupirá sem dúvida alguma o entorno rodoviário de um lugar que tem se notabilizado pelo apelo turístico - se se pretende fazer algo pelo porto, que ANTES se crie a infra-estrutura que vai assistir aos moradores do lugar, e visitantes;

- a vida - vamos a ela. Sem acontecer a fotossíntese, no nível da vegetação marinha, a mesma vai se corromper. Sem sua renovação, peixes, crustáceos e outros viventes das profundezas sairão dalí. As aves que vivem de ditos peixes e crustáceos irão embora para plagas menos açoitadas pela volúpia humana, o que vai sobrar? Um shopping, no meio da laje de concreto? Bem, talvez urubus comecem a aparecer (sem demérito algum às aves faxineiras...).

- o impacto visual naquela natureza belíssima e inspiradora será devastador. Imaginem um horizonte repleto de navios, penachos de fumaça de motores, manchas de óleo na água (nunca vi um porto que não as tenha...)...sem falar do pouco de mata atlântica do entorno, que seguirá pelo mesmo caminho da degeneração. Maus exemplos costumam ser seguidos muito facilmente.

Quem lê essa crônica experimente repassar. Isso não pode ficar assim.  Vamos sair de nossa zona de conforto, e mostrar a esses "capitães de indústria" que ELES NÃO PODEM TUDO?

Devemos essa energia a nossas gerações vindouras, à localidade de Ilhabela, ao próprio porto de São Sebastião, ao Brasil.

Te amo, pátria amada. Mas há alguns animais bípedes, da chamada espécie humana, com os quais não gostaria de me comunicar MESMO. Infelizmente, eles vivem no meio da sociedade.


QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...