sábado, 26 de setembro de 2015

MULA SEM CABEÇA?

 Será que existe o tal monstro?

Do imaginário popular nos vem essa lenda, de animal estranho que percorre matas, soltando fogo por um pescoço onde não há cabeça.

Salvo engano, a coisa sobrenatural fora criada, para atemorizar as moçoilas casadouras, há alguns séculos atrás. Ou seja, elas eram advertidas de que poderiam virar o tal monstro, se perdessem a virgindade, fora do matrimônio.

Pensei que esse negócio estivesse limitado ao folclore. Me enganei.

Circulam no âmbito da política nacional algumas mulas sem cabeça.

Ora, ora, meus amigos... como supor que o plano detalhado e de altíssima capilaridade, por onde se suga a riqueza nacional, não tem chefe? Como se imaginar que os ilícitos da "Lava Jato" são mera "ação entre amigos"?

As pessoas me parecem em sua maioria, salvo engano, contentes com a suposição de que o chefe do esquema todo - agora vindo à tona com as investigações da "Lava Jato", era produção e direção do Sr. José Dirceu de Oliveira e Silva, o popularmente  conhecido "Zé Dirceu", que já amarga detenção pelas suas iniquidades.

Mas vejam, pessoas... o homem foi, nada mais, nada menos, do que um diligente servidor, a serviço de outro alguém. De inteligência refinada pelo preparo acadêmico e a experiência que absorvera em suas leituras revolucionárias, se transformaria no responsável por urdir toda a trama bem sucedida que hoje constatamos. Ele foi e continua sendo um técnico de grandeza lapidar, nesse mister megalômano, maligno, de sujeitar uma nação ao totalitarismo.

MAS... ah, existe um mas! A cabeça pensante - que concebera um, digamos, Quarto Reich (Hitler deve estar se contorcendo em sua desconhecida tumba, de inveja!) - que tinha, e me parece que ainda tem, a missão e projeto de poder bolchevique sul-americano, NÃO É A DO SR. JOSÉ DIRCEU.

O cérebro desvairado por trás do projeto megalômano ainda não foi trazido a lume...

José Dirceu? Um mero planejador de como se chegar ao alvo, alimentado por amplas análises do trabalho perverso daquele outro doente social*, o italiano Gramsci. E assim, o técnico "paga o pato", em lugar do líder. Não é assim sempre?

D. Dilma Roussef? Uma sonhadora, nada mais que isso. Apesar de seu background negro (só não pensa assim quem não consulta a história do Brasil), eu vejo que ela tem seus méritos. Vejo, por exemplo, essa relutância tremenda em se aproximar do Legislativo - de horrorosa estampa e desempenho idem, como uma defesa instintiva daquela Dilma que acreditava ser possível um Brasil melhor, APESAR do fisiologismo dos congressistas**, APESAR da desonestidade que campeia no Planalto Central, APESAR dos feudos políticos (vide sobrenomes importantes como Sarney, Gomes, Magalhães, Genro, etc e tal).

NÃO. NÃO A DEFENDO. Ela mentiu para nossa gente. Ela utilizou recursos que não pertenciam à União para suas maracutaias. Ela desrespeita nossa gente a cada passo que dá, praticamente, se mantendo a nossas custas, enquanto muitos de nós sobrevive como pode. Não a defendo, repito.

Mas ela é mero títere, imagem que se vê claramente, nesses dias que correm, em que a palavra da Presidente tem menos poder do que a de seu antecessor, em que o respeito à maior dignitária do País é enxovalhada pela raiva ignorante das turbas. Uma raiva tão infantil que nem sabe bem o que está combatendo, de modo quase geral. Olham o aqui e o agora, e nem vislumbram as nuvens no horizonte!

Notam como a mula sem cabeça que nos assombra a cada manhã, ao longo dos últimos doze para treze anos, continua aparentemente sem cabeça?

Nada disso... A cabeça está lá, se movendo nos bastidores, sutilmente enviando suas ameaças... sondando oportunidades de nos assombrar ainda mais... Lançando mão de toda a experiência laboriosamente constituída. Quem pretender conhecer um pouco mais a respeito, leia o excelente livro*** "O Chefe", do jornalista e escritor Ivo Patarra que, graças à "democracia" que vivemos no Brasil de hoje, você NÃO ENCONTRA nas livrarias. Porque será?

Nossos dias de desvario político não estão próximos do fim. Meu maior receio é de que, encontrada pela Justiça a "cabeça" da mula, ela se multiplique em dezenas de filhotes, que potencializem o estrago. Vamos ver...

Brasil, eu te amo, e sofro por ti.

*quem pretender discutir comigo Gramsci e seu papel nisso tudo, por favor, estude. Me desagrada debater com apedeutas.
**sempre vou ressalvar que há exceções, mas são tão poucos!!!!
*** ao ler "O Chefe" você notará porque é IMPOSSÍVEL que o "homem" não soubesse de nada, como sempre asseverou. Mas você precisa acreditar na coisa, que até parece obra de ficção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUANDO A INTELIGÊNCIA ENCONTRA A ALIENAÇÃO

Com muito prazer republico um texto profundíssimo, que pode divertir, e vai trazer muita luz, sobre o momento político que vivemos. É ...