O ILÍCITO, SEUS EXEMPLOS E CONSEQUÊNCIAS


Estão "inteindeindo"?

O noticiário da internet nos traz hoje a notícia de que o coordenador de presídios do estado de São Paulo, Sr. Hugo Berni Neto, a julgar por números divulgados, é um outro gênio das finanças. Ou ele, ou sua irmã, sócia do importante burocrata.

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2015/09/1687805-coordenador-de-presidios-acumula-patrimonio-milionario-em-dois-anos.shtml

Gênio. Ou como supõem os amigos que me leem que salários mensais brutos em torno de R$ 18.000,00 hão de amealhar patrimônio - dentro de OITO anos - em torno de oito milhões (estou calculando uma meação entre ele e sua mana)?

Vamos fazer alguns cálculos? Vejam bem, R$ 18.000,00 multiplicados por 96 meses dá R$ 1.728.000,00. Se o homem não viajasse, nem comesse, ou sequer tivesse despesas pessoais/familiares, e seu salário fosse INTEGRALMENTE creditado a si, seu patrimônio, com rendimentos de mercado, não chegaria a R$ 2.500.000,00. Sua irmã, a Sra. Rita de Cássia Berni, como psicóloga, teria subsídios certamente coerentes com sua profissão....

De onde então, cairia o patrimônio alinhavado na reportagem?

Não por acaso a empresa em que são sócios se chama "Midas". Tudo o que tocam vira ouro! E então, o importante burocrata diz que não mistura sua vida pública com a privada, mas não sei bem se ele entende o conceito de "mistura".

A notícia não se estende muito, mas dá pra se notar que há muito poder nas mãos do rapaz. E poder, minha gente, centralizado nas mãos de um só, corrompe o indivíduo.

Por exemplo, o digno senhor cuida das licitações para suprimento das unidades prisionais do estado, nada mais nada menos do que vinte e oito unidades. E, pelo andar da carruagem, contratações com dispensa de licitação, de valores expressivos (R$ 1,2 milhão é expressivo?) não são coisa estranha ao modus operandi dos burocratas envolvidos.

Há contas reprovadas de 2008. O que se dizer de SETE ANOS sem desfecho a respeito? Com uma tranquilidade assim, qualquer um se anima a ser descuidado com a coisa pública!

Mas isso não fica só no feudo do Sr. Berni. Perpassa merenda escolar, trens do metrô, no ISS da prefeitura, suprimento de medicamentos, material de informática... Se fosse só o Sr. Berni e seus assistentes (eficientíssimos por sinal, pelo que se observa), dava-se um jeito, não é mesmo, TCE?

(vale lembrar de que os exemplos sobre a matéria vêm lá do Planalto Central, de tristíssima recordação...)

Acorda, pujante estado de SÃO PAULO! Estão passando a mão nessa riqueza que tu tens!

Eu amo o Brasil, repetirei sempre. Mas suas autoridades... algumas delas me frustram muito mesmo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESCOLAS DE DELINQUENTES

ERROU DE NOVO, SR. MICHEL SAAD NETO!

DE MARCHINHAS DE CARNAVAL...