Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2016

"SÓ PORQUE SOMOS POBRES"... SÓ QUE NÃO...

Imagem
Imagem pública do site globo.com

Um festejado cronista debruçou-se sobre o problema sério de uma invasão numa propriedade municipal, na cidade de São Paulo, e escreveu a respeito. Confiram, na data de ontem (25.07).

O choro de um lado da verdade

Sinceramente, sofro pelos milhares, quiçá milhões de desvalidos que deambulam pelas grandes cidades do mundo. Muitos são vítimas do sistema, outras o são da maldade de seus governantes, creio que a maioria é vítima de si mesma, mas são seres humanos, e merecem de mim seu quinhão de compaixão, e respeito..

Mas minha inconformidade não se prende à situação, propriamente, nem aos infelizes atingidos pela medida LEGAL que os retirara do LUGAR INVADIDO.

O destacado escriba fez a leitura - inclusive com expressões reportando às emoções dos desalojados - de um lado somente da coisa, como de modo praticamente geral o fazem os humanistas, ou defensores dos direitos humanos.

Não se pode deixar fora de apreciação o fato de que HÁ SIM UM OUTRO LADO. O lad…

ESCOLA SEM PARTIDO, PORQUE PRECISAMOS DE CULTURA, NÃO DE ALIENAÇÃO!

Imagem
Preciso me posicionar sobre o PLS (Projeto de Lei do Senado) 193/2016, de autoria do ilustre senador, Sr. Magno Malta.

E o faço com a maior tranquilidade possível, ciente de estar fazendo a coisa certa, quando me posiciono ao lado daqueles que querem que nossas crianças e adolescentes recebam CULTURA, e não ideologias, no ambiente escolar fundamental/médio.

A razão? Simples.

Crianças e adolescentes estão em processo de APRENDIZADO. Desviar essas cabecinhas brilhantes do mister de aprender para focá-las em CONTESTAR é nada mais, nada menos, do que ESTELIONATO dos mais abomináveis, imagináveis somente em mentes doentias e partilhantes do ideal de "quanto pior, melhor".

Não se baseiem em mim, nem em minha retórica. CONSIDEREM o que temos hoje em dia. Valores totalmente invertidos, costumes e moral totalmente pervertidos, e isso porque mentes perversamente brilhantes escolheram as gerações de 70 para cá para serem germe de uma nova sociedade, onde pululasse o crime, a perversão…