sexta-feira, 29 de setembro de 2017

OS ALIENADOS, OS FROUXOS E OS VENDIDOS

A Justiça, manipulando uma nação...

E as notícias correm... o UOL removeu a manchete, mas a publicação estava em outros locais, então...

UM EXEMPLO DE DESSERVIÇO

O Sr. Fabiano de Moraes, "procurador regional dos Direitos dos cidadãos" (seja isso lá o que for), estabeleceu paralelismo entre a condenação da reprovada mostra e práticas da Alemanha nazista.

Prova que é ignorante do que comparou.

Não estudou o suficiente, para saber que o que acontecera, nos idos da década de 35-45, na Europa, era puramente político, e visava consolidar a hegemonia ariana, contra quaisquer outras manifestações culturais. Não houve clamor da população. Não foi propriamente conotação de censura. Houve expurgo do que o Terceiro Reich desconsiderava como arte - exceto o que dizia respeito à produção laica nazista. E assim foram queimados também livros, e outras manifestações culturais.

A Promotoria da Infância e da Juventude no Rio Grande do Sul, através de seu representante, Sr. Júlio de Almeida manifestou que a tal "mostra" não tem nada de pornográfico, etc e tal...

Provam que são venais.

Na qualidade de "procurador regional dos Direitos dos cidadãos" (isso me soa muito semelhante a alguns títulos encontráveis em regimes totalitários), o Sr. Moraes e, por extensão, a Promotoria da Infância e da Juventude do estado do Rio Grande do Sul, representada pelo Sr. Júlio Almeida, desrespeitaram o que pais aborrecidos manifestaram - deram ao invés crédito a um grupelho de jovens alienados reclamando contra o que consideram censura, e minorias que viram, na mostra, o extravasar de suas práticas e normalização "na marra" de seus comportamentos.

Os critérios chamados "humanistas" falaram mais alto e mesmo com resistências no âmbito familiar (tenho certeza disso, ao menos em alguns contextos familiares!) serviram a minorias tendenciosas, e a "artistas" que, de outra sorte, NUNCA teriam visibilidade no mundo artístico. O órgão judicial mostrou frouxidão, ao defender a sociedade - nem tenham dúvida de que as manifestações contrárias foram mais abundantes do que as favoráveis!!!!! Não creiam em mim - confiram o noticiário!

E, naturalmente, uma instituição financeira foi o grande catalizador do processo. Mas não é importante aqui, que a mencionemos.

Me digam - o que advertências sobre público recomendável podem ajudar, quando se sabe que as crianças eram levadas à "mostra" por iniciativa de seus mestres escolares, e os pais pouco sabiam a respeito?

ESTÃO DE PARABÉNS, Srs. Fabiano de Moraes, Júlio de Almeida, e seus colaboradores. Corromper uma nação DESDE A INFÂNCIA não é tarefa fácil. Alguma ajuda é necessária, até mesmo da Justiça.

P.S. 1- terei prazer imensurável em me retratar do dito, ou excluir a crônica, se o que foi tornado público não for verdade. Do contrário - TENHO DIREITO A LIVRE MANIFESTAÇÃO.

P.S. 2 - E, porque miséria pouca é bobagem, e exemplos são para serem seguidos, temos agora "La Bête" (literalmente "A besta", do francês) - La Bête - estavam só esperando o desfecho do decisório anterior!!!! Agora, senhores pais, tudo está bem - podem deixar suas menininhas tocarem em homens nus por aí... o Brasil agradece (estou sendo irônico, novamente).

terça-feira, 26 de setembro de 2017

CURA GAY E OUTRAS IMBECILIDADES EMPURRADAS PELA MÍDIA

Se não sabemos avaliar as notícias, melhor não lê-las...

O Brasil singra um oceano de imbecilidades sem paralelo, supridas pela mídia venal que temos.

Vamos conferir.

- os membros do Congresso acham que ser desonesto, ter dezenas de processos sobre eles, é "fashion";

-  um rapazinho, de cabelos ruivos, foi detido com drogas, numa das jornadas do "Rock-in-Rio" - ué, mas só ele? E os traficantes, o que acontece com eles?;

- o Neymar se arrufa com o Cavani por causa de cobranças de falta - a um falta grandeza, a outro falta maturidade;

- aquele menino coreano ameaça acender um foguinho... e minorias continuam desfraldando suas bandeiras coloridas, como se essa fosse REALMENTE uma causa séria... por aí vai...

MASSSSSSS... nada leva a palma, diante do assanhamento da mídia, em relação à decisão do Dr. Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, D.F., em que o ilustre magistrado, em decisão de rara sabedoria, literalmente castra a resolução 01/99, do Conselho Federal de Psicologia, onde fora estatuído que "os psicólogos não exercerão qualquer ação que favoreça a patologização de comportamentos ou práticas homoeróticas, nem adotarão ação coercitiva tendente a orientar homossexuais para tratamentos não solicitados". O Sr. juiz simplesmente corrige um texto tendencioso, porque a expressão "não solicitados", abre sem dúvida alguma a alternativa para "solicitados"... ou estou errado? Os membros do CRP que busquem outras alternativas para seus textos, ao invés de se escudar em opção que não é opção.

Num Brasil perverso e pervertido em que crianças, AINDA SEM DISCERNIMENTO COMPLETO sobre a vida, podem postular, sem consentimento dos pais - vide o E.C.A., por cirurgias (bancadas pelo poder público) para mudança de sexo - Portaria nº 457/2008 do M.S., num país onde as famílias têm erodido dia após dia o poder familiar de educar seus filhos, imaginem só - um conselhozinho qualquer estabelece algo de forma absurdamente ditatorial!

Sim, porque, assim como há pessoas que buscam em cirurgias e tratamentos hormonais modificarem características que a natureza lhes deu, SEM DÚVIDA HÁ PESSOAS que gostariam de rever seus comportamentos afetivos - mas até então o CRP lhes vedava isso, não é mesmo?

Pouco se importam se os profissionais de psicologia aqui e acolá lancem mão de terapias alternativas, contando até com o sobrenatural, para tentar orientar seus pacientes!!!

Mas se alguém se sente desconfortável com a inclinação que manifesta, NÃO PODE PROCURAR UM PSICÓLOGO, porque isso É (ou era) PROIBIDO!!! Não é paradoxal?

DETALHE - em momento algum o magistrado mencionou a expressão CURA GAY. Quem o está fazendo, e alardeando o "absurdo", é a mídia venal que temos, e grupos de minorias que acham ser a mordaça sobre alternativas o melhor remédio para lhes dar segurança de vida.

PARABENS, Dr. Waldemar Cláudio de Carvalho. O descortínio que V.Excia. demonstra no decisório sob comento mostra bem que o Sr. SABE LER, e sabe INTERPRETAR a lei e, principalmente, a língua portuguesa. Parabéns porque trouxe a tutela da lei para situação que AMORDAÇAVA eventuais pacientes, e PENALIZAVA profissionais, cujo mister maior é conduzir processos de cognição da personalidade e reconhecimento da vida, ao redor dela.




segunda-feira, 11 de setembro de 2017

ALTRUÍSMO DE LÁ (EUA, POR EXEMPLO), E DE CÁ (BRASIL)

"e para a angústia nasce o irmão" (Provérbios 17:17).

Com muito prazer (e uma santa inveja, se isso for possível - atrelar um pecado a santidade), lhes transcrevo um depoimento que meu grande amigo Eduardo Harrison me enviara, por rede social... Obrigado, Edu!

Acredito que meus leitores entenderão. O altruísmo, a mão estendida, que costuma ser comum pelo mundo "civilizado" afora, aqui no Brasil só tem pálidos reflexos. Na infelicidade de um desastre, o que mais surge no Brasil são saques, coisas e alimentos vendidos a preços exorbitantes, cobranças indevidas, baseadas no estado de necessidade das pessoas... Então, quando sei de um testemunho como o que vão ler a seguir, fico com o coração aos pulos, torcendo pra nossa gente imitar!!!!!

Vamos lá... (atentem para os comentários sublinhados...)
----------------------------------------

Depoimento de um brasileiro que se mudou para a Flórida:
"Faz dois anos que decidi me mudar do Rio de Janeiro para Miami com minha mulher e meus dois filhos, em busca de algo melhor para nossas vidas.
Por ironia, depois de dois anos vivendo na América, recebi o meu Green Card exatamente no dia em que também recebi a notícia de que o furacão Irma, o pai de todos os furacões, também está a caminho.
O governador da Florida, Rick Scott, assim que soube da gravidade do problema, foi para a TV e ordenou que todos no sul da Florida evacuassem suas casas imediatamente, pois as consequências podem ser catastróficas.
Da noite para o dia, como em um piscar de olhos, milhões, literalmente milhões de pessoas, abandonaram suas casas e já estavam nas estradas, subindo ao Norte.
Eu era mais um na multidão, no meio de um enorme congestionamento, e isso me fez lembrar das minhas voltas dos feriados de Búzios, na Região dos Lagos. A única diferença é que, pasmem, aqui na Florida, mesmo em uma situação absolutamente adversa, as pessoas não trafegam pelo acostamento para tirar vantagem e chegar mais rápido ao destino. Todos respeitam as leis de trânsito, mesmo em situações caóticas, emergenciais. Motociclistas loucos também não existem por aqui. É proibido trafegar entre as faixas. Acho que eles nem sabem o que significa isso, podem acreditar.
Quando encontrei um lugar seguro, a primeira coisa que eu fiz foi ligar a TV. Lá estava o Governador novamente falando ao vivo, e eu comecei a ter uma aula de patriotismo, solidariedade, respeito pelo próximo e, acima de tudo, respeito pela vida. A mensagem que mais me tocou foi: “se você não tem como sair de casa, seja por qual motivo for, ligue para o número que você vê no rodapé da imagem, que iremos agora na sua casa te salvar. Ainda temos tempo!”. Isso me arrepiou! Pensei: esse cara é o meu herói!
Lembrei automaticamente das enchentes de Teresópolis, tenho uma conexão com a cidade pois, desde que me entendo por gente, tenho casa lá. Anos após aquela triste tragédia de 2011, descobriu-se que a quadrilha de Cabral desviou parte do dinheiro que deveria ser utilizado nos resgates das vítimas e reconstrução da cidade. Até o prefeito foi preso. Confesso que tive vontade de vomitar ao comparar!
Voltando ao furação, as companhias aéreas americanas, das quais todos sempre reclamam, colocaram vôos extras, durante toda a madrugada, com preço fixo de $98 dólares, para ajudar a escoar o pessoal pelos céus. A Expedia, site de reservas de hotéis, ofereceu tarifas com descontos especiais em lugares seguros. O mesmo fez o Airbnb, site de reservas de casas e apartamentos. Os hotéis, por sua vez, passaram a aceitar mais hóspedes por quarto e também animais de estimação.
As operadoras de telefonia, que normalmente restringem suas redes de wi-fi aos seus clientes, liberaram internet grátis para todos. Onde existir cobertura, existirá wi-fi grátis. Comunicação, ou a falta de, pode salvar uma vida ou causar uma morte nesse tipo de situação. Até o hotel em que estou, acaba de informar que todo o conteúdo de filmes e desenhos, que normalmente é cobrado, será grátis nas próximas 72 horas.
O Google se uniu ao governo, em um esforço sem precedentes, para conseguir localizar e colocar em tempo real nos seus mapas (Google Maps e Waze) as ruas fechadas, bloqueadas e danificadas, após a passagem do Irma.
São muitos os exemplos, que realmente emocionam. Na maioria das vezes coisas simples, mas que trazem o mínimo de conforto nesse momento e esperança de um futuro melhor. Como diz o famoso ditado: depois da tempestade, sempre vem a bonança!
São exemplos de solidariedade que deveríamos copiar sempre !"

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

O PRAZER DO ENGANO (ou... ADULANDO UM TRAIDOR)

É deprimente ver pessoas simples sendo manipuladas...

Bom dia, mundo.

Ao abrir os sites de notícias que costumeiramente confiro, me deparo com - além da "carne de vaca" que já virou o relato de propinas e mentiras da classe política e administradores públicos, e a violência no meio da sociedade - essa "pérola" de depoimento, que "endeusa" um conhecido sacripanta. Confiram...

A homenagem ao verdugo

Pessoas muito simples, pelo que se pode notar, sem memória histórica ALGUMA (vinte e oito anos está bem pra cá de quando tudo de melhor começou nessa nação, e na escola certamente não lhes contaram NADA A RESPEITO), que com toda a certeza só sabem assistir ao "plim-plim" e seus conteúdos deletérios do entendimento, e nem se preocupam em considerar o quadro político - vale dizer, são analfabetos políticos - e, ademais, não têm maturidade para avaliar o quadro social que nos rodeia (são alienados sociais)...

... naturalmente - porque espontaneidade hoje em dia é comprada a peso de ouro - foram orientados para serem "espontâneos" da forma como se expressaram, e como se apresentaram (uma barriga grávida fazendo campanha - não é uma coisa 'meiga'? Enquanto isso, no TRE...)... e assim caminha o Brasil.

Bem, bem, bem... aquele casal que tão alegremente destilara seu louvor ao Sr. Luis Inácio terá, em futuro muito breve, motivos para se arrepender do que expressou.

Quando aquela criança nascer (benvinda seja!) a família vai se deparar com os custos elevadíssimos da própria manutenção, com as dificuldades - e filas relacionadas - com o cuidado da saúde... passarão a se preocupar mais com segurança do pequenino, dentro de casa, FORA DE CASA, na escola, em viagens, NA CRECHE... (não há segurança em lugar algum, vão descobrir isso)... Talvez a própria criança tenha dúvidas de que seja homem ou mulher, afinal isso está na moda, não é mesmo?

Notarão que há falácias esquisitas no que disseram em Mossoró, RN...“Porque antes dele, o filho de um pedreiro ia ser pedreiro. Hoje ele pode ser advogado, doutor, o que ele quiser”.

Engano - o filho do pedreiro pode ser o que quiser, DESDE QUE O QUEIRA, assim como por exemplo o Dr. Joaquim Barbosa se tornou juiz e Ministro do STF, por seus próprios méritos (o filho do pedreiro...).

Porque o que distinguirá as pessoas nunca foi sistema de quotas (ou castas, se observarmos bem), mas a vontade de progredir que tenham e cultivem (o que é despertado no âmbito de uma educação aprimorada, e o mais completa possível, em casa e na escola). Será MERITOCRACIA, e não a política de ESMOLAS que alguns governos implantaram no Brasil.

Essas pessoas humildes e certamente sinceras em suas lucubrações (sempre lembrando, foram orientados, não tenham dúvida) um dia verão que eles NÃO PODEM SER o que seu "ídolo" é, por exemplo. Descobrirão que NÃO PODERÃO ser atendidos, por exemplo, num hospital "Sírio-Libanês", como já o foi o dito cujo adulado. Descobrirão que NÃO PODEM adquirir apartamentos de luxo à vista, porque suas rendas são imoralmente achatadas, há muitos anos (o próprio DIEESE, que costumava assistir à esquerda, sempre faz os cálculos das perdas salariais, podem conferir). Vão observar que NÃO PODEM ter bens numa casa que preencha DOZE caminhões de mudança, como seu ídolo há uns anos mostrou para o mundo...

Descobrirão que foram traídos, e induziram outros a serem enganados. Mas aí talvez seja tarde.

Pobre gente brasileira...

P.S. - algumas pessoas dirão que sou tendencioso... Ok... elas também descobrirão que foram enganadas...

A VERGONHA DE PESSOAS SEM VERGONHA - QUEM TEM?

Dizer o que? O STF é incansável, em seu afã desesperado para proteger os "colarinhos brancos" que por lá aparecem. Enquanto...